Menu

Conheça a biografia da mulher que tira o sono de Paulo Camara e Armando Monteiro.

03 JUN 2018
03 de Junho de 2018

Marília Valença Rocha Arraes de Alencar nasceu em 12 de abril de 1984, no Recife-PE, e cresceu em um ambiente de intensa atividade política. Neta do ex-governador Miguel Arraes, pôde conviver com a realidade do povo de Pernambuco e do Recife. Seu principal aprendizado foi defender os mais necessitados, movida pelo ideal de transformação da sociedade, sempre participando das movimentações e campanhas políticas ao lado do avô.

Filiou-se ao PSB em 2005, partido que foi presidido por Arraes. Marília sempre teve um trabalho ativo, militando em diversas campanhas socialistas. Em 2007, formou-se em direito pela Universidade Federal de Pernambuco. Durante o curso, engajou-se no movimento estudantil, debatendo gênero e a pluralidade de direitos, além de trabalhar em projetos de melhorias para conservação do patrimônio da universidade.

Aos 24 anos, elegeu-se vereadora do Recife com 9.533 votos, sendo a parlamentar mais nova na 15ª legislatura. Durante o biênio 2009/2010, atuou como presidente da Comissão de Políticas Públicas da Juventude. Em 2011, tornou-se a primeira mulher a presidir a Comissão de Legislação e Justiça.

Em 2012, reelegeu-se vereadora com 8.841 votos. Logo após as eleições, assumiu a Secretaria Municipal de Juventude e Qualificação Profissional.
Marília voltou à Câmara Municipal do Recife em abril de 2014. Mas, devido à guinada à direita do partido, renunciou à candidatura de deputada federal. Também denunciou interferência da cúpula do PSB na juventude do partido. Em julho do mesmo ano, Marília anunciou o apoio à candidatura da presidenta da República Dilma Rousseff à reeleição.

Desde agosto de 2014, a vereadora passa a atuar como oposição a gestão do Executivo municipal comandada pelo PSB. Em fevereiro de 2016, oficializou sua desfiliação da legenda – diante da falta de democracia interna e da mudança das convicções e ideologias do partido.

Logo em seguida Marília ingressa no Partido dos Trabalhadores (PT) de Pernambuco. A vereadora teve sua ficha de filiação abonada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, durante a festa dos 36 anos do PT, no Rio de Janeiro. O ato de filiação aconteceu no dia 3 de março de 2016, na Câmara dos Vereadores do Recife.

Em outubro de 2016, Marília disputou novamente as eleições municipais para continuar ocupando a casa legislativa com um mandato ativo de fiscalização, concorrendo ao seu terceiro mandato. Foi eleita com 11.872 votos, uma das maiores votações da atual legislatura e uma das mais expressivas entre os parlamentares do PT nas regiões Nordeste, Norte, Sul e Centro-Oeste. Assumiu a liderança da bancada de oposição na Casa José Mariano, reafirmando sua posição política e sua luta ao lado do povo recifense em busca de uma cidade melhor. 

Fonte: http://www.recife.pe.leg.br

Voltar

Clique aqui para editar.