Falta de sinalização e organização causa transtorno no centro da cidade do Moreno 

23 OUT 2017
23 de Outubro de 2017

Via alternativa ou Estacionamento? Carros ou Moradores? Lavadores ou pedestres?. Existe um grande dilema no centro da cidade do Moreno, em relação ao Pátio de eventos, Jornalista Wlademir Silva. O local serve de via alternativa para quem quer fugir do pequeno trânsito que se forma na PE 007 que corta a cidade. Todavia, como não há sinalização, carros e motos acabam passando do jeito que querem, sempre em alta velocidade. 

Moto com manobras arriscadas entre os carros, carros ultrapassando irregularmente as caminhonetes. Um perigo pra quem passa por ali, que além de desviar dos perigos, tem que driblar os carros que estacionam de todo jeito. Os flanelinhas ou lavadores de carro para tirar seu sustento, acabam colaborando com a desordem do local, colocando os automóveis de toda forma, atrapalhando ainda mais quem passa e quem mora no local. Que muitas vezes tem suas entradas bloqueadas por carros e caminhões, e quando vão questionar, escutam que não há sinalização. 
“Sou moradora antiga, muito antiga e isso sempre foi assim. Mas, agora está pior. Não tem uma sinalização e dependemos da boa vontade e paciência dos donos dos carros para sair da frente de casa para eu passa.” Disse a senhora Maria José, 79 anos.
“Uma moto já me pegou quando ultrapassou um carro e ainda gritou dizendo que não era para eu está ali. Tá bom de ver de quem realmente é o pátio.” Disse a estudante Dayse Monteiro.
Em resumo, a falta de instrução, sinalização e organização são os grandes problemas localizado em frente à prefeitura e para o promotor de vendas Wilson Oliveira, tudo poderia ser resolvido com pequenas modificações. “Fechar o local. Deixar para eventos e durante o dia um espaço multiuso. Academia da cidade, parque para as crianças. Um espaço reservado para quem quer estacionar. Em fim, basta querer.”
O pátio de eventos, além de não ter nenhuma sinalização, parece ter prioridade maiores que eventos e o povo fica sem saber quem está certo. E o que realmente pode ou não pode, deve ou não deve. Entramos em contato com a prefeitura, através da assessoria de comunicação, por e-mail e via WhatsApp, desde o mês passado e até agora não tivemos retorno.
Deixamos o espaço aberto para que a assessoria de comunicação do Moreno, faça seu posicionamento. 

Voltar

Clique aqui para editar.